10/10/2016

O que te faz feliz?


Nós nascemos, nossos pais nos acompanham até que consigamos dar os primeiros passos e a lidar com as nossas necessidades básicas, crescemos e investimos (dinheiro que não temos) em uma boa graduação (de algum curso que talvez a gente nem goste tanto mas que "dá dinheiro"). Então distribuímos currículos esperando que alguma alma iluminada do RH daquelas empresas "pesquem" o nosso no meio de uma infinita pilha e nos conceda uma oportunidade de mostrarmos ao que viemos.

Você consegue aquela vaga, prepara um guarda-roupa novo usando o limite do seu cartão de crédito, afinal de contas, não dá pra chegar de baby look e tênis naquela empresa "bacanuda" que finalmente deu à você a chance de alcançar o sonho de todo brasileiro esforçado: Um bom emprego, com um bom salário e um pacote de benefícios melhor ainda, estabilidade e aquela novidade chamada "poder aquisitivo", que você não tinha quando estagiava naquela empresa familiar que ficava a duas quadras da sua casa e recebia um salário mínimo.

Você agora acorda umas quatro horas mais cedo, para vestir toda aquela parafernalha que precisa para ir trabalhar, queima a cuca no secador pra dar aquela "alisada" esperta nos seus cachos rebeldes (que são lindos, mas que estão fora do padrão "analista eficiente"), coloca tanta maquiagem que nem a sua mãe te reconhece mais, pega ônibus e metrô, faz baldeação no horário de pico, sofre nas quatro estações do ano que acontecem em um único dia em São Paulo, chora com o pé doendo no salto, gasta um absurdo para fazer uma refeição simples no seu horário de almoço, trava uma batalha diária para lidar com aquele ambiente hostil que é a empresa que você sonhou em entrar...e aí o sonho, vira pesadelo.

Mas tudo bem...você continua, vive o pesadelo e tenta sonhar fora dali...lembra do "poder aquisitivo " que eu te falei lá em cima? Pois é, esse sacaninha te colocou em uma cilada e você nem percebeu!

"Bem vindo à vida adulta!" diriam muitas mães....agora você tem responsabilidades e por responsabilidades, entenda BOLETOS....boleto do financiamento do apartamento, do carro, do seguro, do condomínio, do cartão de crédito, daquela loja de departamentos que fez você fazer aquele cartãozinho sem vergonha em troca de 10% de desconto na sua primeira compra de coisas que nem queria (mas não dá pra perder o desconto, né?)...você começa a comprar um monte de coisa que não precisa só porque acha que merece, afinal de contas, trabalha duro, aguentou aquele chefe chato o mês todo, então nada mais justo que comprar aquele sapato de 600 reais que você nem vai usar....é, você virou refém da sua própria vida..sinto lhe informar, mas é um circulo vicioso.

E um dia algo acontece, muda a sua perspectiva e você percebe que essa vida não te faz feliz, mas você virou refém dela...e agora?

Se identificou com o que eu escrevi até agora? Pois é, eu mais ainda! Esse é o começo da minha história.

Estou escrevendo isso porque descobri que as redes sociais são maravilhosas!

Jamais pensei que simplesmente abrindo um negócio próprio na tentativa de ressignificar a minha vida, encontraria tantas pessoas que se identificassem com a minha história e que ela serviria de inspiração para algumas delas.

Tenho recebido vários e-mails, recadinhos e cartas perguntando como eu fiz e o que me motivou a dar essa guinada tão grande na vida, ainda que eu me sentisse refém da minha própria realidade. 

Este é o motivo de eu lançar este blog, quero compartilhar com vocês a minhas loucuras,  meus momentos de coragem e minhas doses de medo nessa incessante busca pela felicidade e espero, fazendo isso, poder ajudar à alguns de vocês à verem que existe sim uma luz no fim do túnel para todos nós!

Agora bora refletir o que realmente faz você feliz?

Conta pra mim nos comentários, vou adorar saber o que move vocês! =*


Comentários via Facebook

9 comentários:

  1. Nossa Juliana, bem parecida sua história com a minha, mas com detalhes diferentes. Tbm sou artesã e vivo (em trancos e barrancos) do que amo q é o artesanato, mas sempre acreditando q sempre vai melhorar. Parabéns pelo blog está lindo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo recadinho Sheila! Muita força e foco no seu negócio, como amor tudo funciona melhor! Beijokas =*

      Excluir
  2. Eu tive apenas três experiências de trabalho, mas foram suficientes para saber que não quero ter que ficar 10 horas do meu dia fora de casa e fazendo algo que não me fará feliz. Ai fico pensando mas o que me faz feliz? Queria poder trabalhar com algo que goste sem ter que ficar todo esse tempo fora de casa. Voltei a bordar, fazia desde os 13 anos, e é algo que amo, mas é bem difícil ver essa atividade como definitivo, quando várias pessoas falam o contrário. Mas espero me descobrir assim como você. fez

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Josiene, muito obrigada pelo recadinho! Se eu puder te dar um conselho, escute mais seu coração e menos as outras pessoas. Bordado é uma técnica linda, invista nisso! Ah...dá uma olhada no instagram @bordadostudio, a Andressa é uma fofa que construiu uma carreira justamente com os bordados! Vale a pena conferir! Beijokas =*

      Excluir
    2. Olá Josiene! Poucas pessoas entendem isso que sentimos, que quando vemis já nos tomou horas despercebidas. Não recue, borde e mova suas fronteiras, quando você for exemplo de coragem e conquistas eles entenderão. Assim como a Juliana hoje nos inspira, ela deve ter enfrentado tb muitos olhares desconfiados... torço para que se encontre, juntas somos mais fortes!

      Excluir
  3. Ju, sua história é a minha tambem... Rsrs
    Te acompanho no IG e seus trabalhos são lindos!
    Mas sou curiosa com uma coisa: por que "cheia de fusquinha"?
    Beijos e sucesso!!!
    Flavia Thome Handmade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flávia, obrigada pelo recadinho! Nos próximos posts eu vou contar tudo, inclusive a história do nome! Beijokas =*

      Excluir
  4. Juliana Parabéns pela sua conquista! Você irá sair a muito mais que coragem de mudar, inspira carinho e amor pelo que faz! Inspira pessoas que precisam de exemplos, agradeço por compartilhar sua história e abrir espaço para quem ainda esta em busca, como eu! Gratidão e properidade♡♡♡

    ResponderExcluir
  5. Juliana Parabéns pela sua conquista! Você irá sair a muito mais que coragem de mudar, inspira carinho e amor pelo que faz! Inspira pessoas que precisam de exemplos, agradeço por compartilhar sua história e abrir espaço para quem ainda esta em busca, como eu! Gratidão e properidade♡♡♡

    ResponderExcluir

© 2016 – Todos os direitos reservados

Desenvolvimento com por